Início Site Página 2

Sérgio Lopes diz, em novo vídeo, que “não é um AVC que vai acabar com nossa luta”

Sérgio Lopes grava vídeo na cama do hospital após sofrer AVC isquêmico
Sérgio Lopes grava vídeo na cama do hospital após sofrer AVC isquêmico

O cantor Sérgio Lopes, que sofreu um AVC isquêmico nesta segunda-feira, 27, gravou um vídeo novo vídeo nas redes sociais.

Por conta do AVC, o cantor está com sequelas como distúrbio na fala e falta de movimentos do braço direito e da perna direita.

Em uma cama do hospital, ele começa o vídeo agradecendo as manifestações de carinho por todo o Brasil e diz que a igreja está em uma guerra do bem contra o mal e que mesmo que ele pare “você precisa continuar essa luta”, disse o cantor.

“Meus queridos amigos, seguidos, Sérgio Lopes aqui. Muito feliz pelas manifestações de carinho que tenho recebido do Brasil inteiro. Estamos numa guerra do bem contra o mal. A igreja é um braço de Deus aqui na terra. A igreja faz um trabalho social magnífico de recuperação de pessoas. A igreja retira pessoas do crime, do suicídio, do pecado, do caminho da morte, traz essas pessoas para o presença de Deus, muda a vida das pessoas. Este é o papel da igreja, este é o papel do Evangelho. Estão querendo anular o papel da igreja na nossa nação. E eu estou alistado numa guerra para defender os princípios da igreja que foram criados pelo próprio Deus. Quando nós militamos uma guerra santa, o inferno se levanta contra nós, mas como estou a serviço da igreja, as portas do inferno não prevaleceram contra a igreja. Não é um AVC que vai acabar com a nossa luta. Mesmo que eu pare de lutar, você precisa continuar essa luta, porque essa luta e a favor do bem, é a favor do trabalho que a igreja tem feito no mundo inteiro em benefício das pessoas. Que Deus nos abençoe e nos dê forças para continuar nesse alvo. Que nada nos tire desse objetivo de estabelecer no Brasil uma nação que sirva ao Deus de Israel. Que Deus nos abençoe.”

Sérgio Lopes tem recebido diversas manifestações de carinho e orações por todo o Brasil.

“Boa e rápida recuperação meu irmão e amigo!”, disse Alex Gonzaga, vocalista da Banda Novo Som.

“GUERREIRO VOCÊ É MUITO FORTE E ESPECIAL PRA TODOA NÓS!! ESTAMOS ORANDO POR VOCÊ E O SENHOR JESUS É CONTIGO MANO..”, disse o cantor Álvaro Tito.

“Em oração”, escreveu a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

“Estamos na torcida por sua recuperação e intercedendo por vc. Pedindo ao nosso DEUS para cuidar de vc , cuidar dos médicos. Em breve vc estará de volta curado.”, disse o cantor Carlinhos Félix, entre tantas outras mensagens nas redes sociais.

O presidente Jair Bolsonaro gravou uma mensagem para Sérgio Lopes, desejando melhoras ao cantor gospel. No vídeo, Bolsonaro diz:

“Olá, prezado Sérgio Lopes. Aqui é Jair Bolsonaro. Tenha certeza que juntamente com todos os evangélicos do Brasil, estamos torcendo pelo seu pronto restabelecimento. Para Deus, tudo é possível.”

O que é AVC isquêmico

Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, AVC isquêmico ou simplesmente AVCI é o tipo mais comum de derrame cerebral.

No AVC isquêmico, algumas partes do cérebro morrem e param de funcionar porque deixaram de receber o suprimento de sangue necessário para seu bom funcionamento, devido ao entupimento de veias e artérias cerebrais.

O AVC isquêmico pode levar o paciente ao óbito ou deixar sequelas graves, caso ele consiga se recuperar. Há pacientes que sofreram AVC isquêmico que se recuperaram por completo.

De modo geral, quanto mais rápido o paciente e aqueles ao seu redor notarem os sinais do AVC isquêmico e mais rápido ele for encaminhado para o devido atendimento médico, melhores são suas chances de recuperação.

Saiba quais as causa, os sintomas e como é o tratamento clicando aqui.

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL

Portas Abertas lançará 2ª temporada de documentário com histórias de cristãos perseguidos

Portas Abertas lança série de documentários sobre a perseguição religiosa
Portas Abertas lança série de documentários sobre a perseguição religiosa

No dia 13 de julho, a Portas Abertas vai lançar a 2ª temporada de um documentário sobre cristãos perseguidos. A primeira “Faces da Perseguição” foi divulgada em junho de 2020.

A segunda temporada, com 12 episódios, vai continuar a série que mostra a realidade da Igreja Perseguida. O objetivo da organização é conscientizar a Igreja no Brasil.

As entrevistas com os cristãos são impactantes e vão mostrar relatos de seguidores de Jesus que vivem em países como a Nigéria, Egito, Turquia, Irã, Síria, Colômbia, México e Coreia do Norte.

Os episódios serão lançados semanalmente e aqueles que se inscreverem receberão por e-mail, com exclusividade, o conteúdo antes do lançamento oficial, conforme anunciou a Portas Abertas.

Sobre o documentário

Cada vídeo apresenta a experiência de homens e mulheres de diversas idades e realidades socioeconômicas e que enfrentam de maneiras diferentes a perseguição.

Alguns lidam com o medo causado por ataques violentos de extremistas islâmicos, como no Iraque e na Síria, outros enfrentam pressão socioeconômica das comunidades que não aceitam a fé em Jesus, como o narcotráfico no México. Os vídeos estarão disponíveis no canal da Portas Abertas, no YouTube.

A Portas Abertas apoia os cristãos perseguidos por meio de projetos que visam atender às necessidades mais urgentes deles. Entre as ações estão a ajuda com alimentos, medicamentos e aluguel, além de treinamentos, distribuição de Bíblias e ações institucionais, como consultoria jurídica.

“Apesar das diferenças, todos têm algo em comum. Eles enfrentam tortura, mortes, prisões, perda de entes queridos e outros desafios porque creem em Jesus e não renunciam a sua fé, independentemente dos riscos que isso exija”, comentou a organização.

Fonte: Guia-me com informações de Portas Abertas

Igreja Presbiteriana diz que confia na inocência de Milton Ribeiro

Ex-ministro da educação Milton Ribeiro
Ex-ministro da educação Milton Ribeiro

A Igreja Presbiteriana, na qual Milton Ribeiro é pastor, saiu em defesa do ministro, anunciou que não irá, por enquanto, abrir processo eclesiástico contra ele e enalteceu suas virtudes como cidadão, cristão e pastor.

A Comissão Executiva do Presbitério de Santos (SP), onde Ribeiro atua e preside essa organização religiosa, anunciou que confia na sua inocência e que não irá adotar qualquer providência até o final da investigação e sentença na Justiça. E orienta seus pastores ligados a tratar a questão com “respeito e bom-senso”.

“Não nos compete sentenciar… Temos plena certeza e esperança de que as provas do processo se apresentarão, na devida instância, favoráveis à inocência do reverendo Milton Ribeiro, como também oportunizará que noticiemos que seu serviço na gestão do MEC contribuiu significativamente para a promoção da educação da Nação”.

A igreja do ministro entendeu que a sua prisão preventiva não é suficiente para abrir um processo e aplicar aos “membros faltosos” alguma sentença prevista no Código de Disciplina da Igreja Presbiteriana do Brasil, que pode ser uma suspensão da função de pastor, por exemplo.

“A prisão preventiva do reverendo Milton Ribeiro não possui elementos que justifique a abertura de processo regular com vista à sentença eclesiástica, pois não possui caráter condenatório, haja visto a ausência de julgamento do processo e sentença pronunciada” – entendeu a Comissão do Presbitério de Santos, em nota.

A Igreja Presbiteriana em Santos entendeu que pode apenas fazer um juízo sobre a “seriedade, competência e caráter moral” de Milton Ribeiro, que exerce ali seu pastorado desde 1994. E o elogia como um filho dedicado, que semanalmente visita sua mãe e até ajuda na refeição dela.

“O reverendo Milton Ribeiro possui a postura de homem de família, dada a sua educação sob o cuidado de uma professora e servidora pública e de um homem de bem e trabalhador; também se tornou construtor, com cuidado e respeito, de uma família, como seguindo um legado, ao lado de sua esposa, com quem providenciou as suas duas filhas as devidas oportunidades de afeto, educação e futuro; que semanalmente visita sua mãe, professora aposentada e idosa, com providência de mantimento e, muitas vezes, fazendo a refeição dela” – diz a nota do Prebistério de Santos.

E, por fim, orienta os pastores e integrantes dos conselhos das igrejas ligadas a Santos a manter a ordem e o respeito e “usem de bom-senso e de cordialidade no trato dessa questão, convictos de que Deus fará a graça e a verdade se encontrarem e a justiça e paz se beijarem”.

E conclui: “não se terá o inocente por culpado, nem o delituoso sem dolo. E nem ocasião à perturbação e à contenta para que tumultuem a comunhão cristã”.

Crise na Igreja Presbiteriana

A prisão do pastor e ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, desencadeou a maior crise na Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) em décadas, segundo seus integrantes. A IPB estava sendo pressionada nas redes sociais e por igrejas a se manifestar sobre o caso, enquanto os integrantes da cúpula da instituição estavam divergindo em discussões sobre a postura que deve ser adotada.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, em uma reunião bimestral do Conselho de Administração do Mackenzie, na quinta-feira, 23, o pastor Roberto Brasileiro, presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, pediu para os conselheiros ficarem como “passarinho na muda”, uma expressão que significa manterem silêncio e esperarem os desdobramentos da investigação da PF (Polícia Federal).

Sobre o caso

Milton Ribeiro foi preso na semana passada com os pastores Arilton Moura e Gilmar Santos por suspeita de operar um balcão de negócios no Ministério da Educação e na liberação de verbas do FNDE.

O ex-ministro saiu da prisão após conseguir um habeas corpus do juiz federal Ney Bello, do TRF-1, na quinta (23).

Nesta sexta-feira, 24, a Justiça Federal do Distrito Federal encaminhou o caso ao STF (Supremo Tribunal Federal), indicando suspeitas de interferência de Bolsonaro nas apurações.

A operação foi batizada de Acesso Pago e, segundo a PF, investiga a prática de “tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos” do FNDE.

A suspeita é que os pastores Gilmar e Arilton negociavam com prefeituras a liberação de recursos do Ministério da Educação mesmo sem ter cargos no governo. Em troca, prefeitos disseram ter recebido pedidos de propina da dupla.

Em áudio revelado pela Folha de S. Paulo, Milton Ribeiro disse que priorizava pedidos dos amigos de um dos pastores a pedido de Bolsonaro.

Na gravação, o então ministro ainda mencionava pedidos de apoio que seriam supostamente direcionados para a construção de igrejas. A atuação dos pastores junto ao MEC foi revelada anteriormente pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Folha Gospel com informações de Metrópoles, Gospel + e Folha de S. Paulo

O que é AVC isquêmico, que atingiu o cantor Sérgio Lopes?

Cantor Sérgio Lopes internado após sofrer AVC
Cantor Sérgio Lopes internado após sofrer AVC

O cantor evangélico Sérgio Lopes sofreu um AVC isquêmico na última segunda-feira, 27. A informação foi de Marceli Lopes, esposa do cantor.

Segundo a informação, o cantor está com distúrbio na fala e perdeu os movimentos do braço direito e da perna direita.

Mas, o que é o AVC isquêmico? Quais as causa? Quais os sintomas? Como é o tratamento?

O que é AVC isquêmico?

Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, AVC isquêmico ou simplesmente AVCI é o tipo mais comum de derrame cerebral.

No AVC isquêmico, algumas partes do cérebro morrem e param de funcionar porque deixaram de receber o suprimento de sangue necessário para seu bom funcionamento, devido ao entupimento de veias e artérias cerebrais.

O AVC isquêmico pode levar o paciente ao óbito ou deixar sequelas graves, caso ele consiga se recuperar. Há pacientes que sofreram AVC isquêmico que se recuperaram por completo.

De modo geral, quanto mais rápido o paciente e aqueles ao seu redor notarem os sinais do AVC isquêmico e mais rápido ele for encaminhado para o devido atendimento médico, melhores são suas chances de recuperação.

Quais as causas de AVC isquêmico?

O AVC isquêmico é causado pelo entupimento de veias e artérias que são responsáveis pela irrigação de diferentes partes do cérebro.

Esse entupimento pode ser causado por dois motivos:

  • coágulo sanguíneo: um coágulo sanguíneo pode se formar no cérebro ou em diferentes partes do corpo, chegando até o cérebro. Esse coágulo limita o fluxo sanguíneo ou o bloqueia completamente, causando o AVC isquêmico.
  • estreitamento dos vasos sanguíneos: em longo prazo, a pressão alta descontrolada pode alterar o formato das veias e artérias sanguíneas do paciente, fazendo com que fiquem mais afinadas e menos elásticas, aumentando as chances de AVC isquêmico. O estreitamento dos vasos sanguíneos também pode acontecer devido à aterosclerose (deposição de placas de gordura na parede das veias e artérias), limitando o fluxo de sangue.

Quais os sintomas de AVC isquêmico?

O AVC isquêmico pode ser uma doença silenciosa, em que o paciente não apresenta sintomas ou sinais até que o AVC já esteja em devido curso e bastante avançado.

Assim, muitos dos seus sintomas são súbitos e aparecem do nada.

Entre os principais sintomas de AVC isquêmico, podemos destacar:

  • perda de força em apenas um dos lados do corpo;
  • formigamento em um dos lados do corpo;
  • dificuldade para falar, sensação de língua que enrola ou não conseguir se fazer compreender;
  • boca que entorta ou perda da expressão em um dos lados do corpo;
  • perda da coordenação motora;
  • dificuldade de realizar comandos simples, como levantar um dos braços ou caminhar em linha reta;
  • alterações na visão;
  • dor de cabeça intensa;
  • tontura ou vertigem;
  • desmaios;
  • vômitos.

É importante destacar que o paciente de AVC isquêmico pode apresentar somente um desses sintomas ou vários deles ao mesmo tempo.

Como é o tratamento de AVC isquêmico?

O tratamento precisa ser imediato e deve ser iniciado o mais rápido possível assim que o diagnóstico de AVC isquêmico for confirmado.

Ele envolve o uso de medicamentos trombolíticos diretamente na veia, que ajudam a afinar o sangue, com o objetivo de diluir o coágulo que está causando o AVCI.

Quando o AVC isquêmico é causado por coágulos muito grandes ou pelo estreitamento de veias e artérias do cérebro, é possível inserir um cateter nessas veias. O cateter poderá dissolver o coágulo ou aumentar o tamanho das veias por meio de um stent. Trata-se de um procedimento cirúrgico minimamente invasivo que pode ajudar na pronta recuperação do paciente.

Após a intervenção médica, pode ser necessário acompanhamento médico mais detalhado, para entender se o paciente teve alguma sequela e o que pode ser feito para ajudar em sua recuperação.

7 sequelas mais comuns do AVC

Depois de ter um AVC a pessoa pode ficar com várias sequelas ligeiras ou graves, dependendo da região afetada do cérebro, assim como do tempo que essa região esteve sem receber sangue.

A sequela mais comum é a perda de força, que pode acabar causando dificuldade em andar ou em falar, que são consequências que podem ser temporárias ou permanecer para toda a vida.

Para reduzir as limitações causadas pelo AVC pode ser necessário fazer fisioterapia, terapia da fala e estimulação cognitiva com ajuda de um fisioterapeuta, terapeuta da fala ou enfermeiro para ganhar mais autonomia e recuperar, pois inicialmente a pessoa pode ficar muito mais dependente de outra pessoa para realizar as tarefas do dia-a-dia, como tomar banho ou comer.

A seguir apresentamos uma lista das sequelas mais comuns em pessoas que sofreram um AVC:

  • Dificuldade em movimentar o corpo

A dificuldade em andar, deitar ou sentar ocorre devido à perda de força, de músculo e de equilíbrio de um dos lados do corpo, apresentando o braço e a perna de um dos lados do corpo paralisados, uma situação conhecida por hemiplegia.

Além disso, a sensibilidade do braço ou da perna afetados também pode ficar diminuída, aumentando o risco de a pessoa cair e se machucar.

  • Alterações na face

Após o AVC, a face pode ficar assimétrica, podendo apresentar a boca torta, testa sem rugas e olho caído de apenas um dos lados da face.

Algumas pessoas também podem apresentar dificuldade em engolir alimentos, seja sólidos ou líquidos, conhecido por disfagia, o que aumenta o risco de engasgamento. Por isso, é necessário adequar os alimentos à capacidade de cada pessoa para comer, preparando pequenos alimentos moles ou usar espessantes para melhorar a consistência das refeições. Além disso, a pessoa pode ver e ouvir pior do lado que tem as alterações.

  • Dificuldade para falar

Muitas pessoas ficam com dificuldade em falar, tendo o tom de voz muito baixo, não conseguindo dizer algumas palavras de forma completa ou mesmo perdendo totalmente a capacidade para falar, o que dificulta a interação com a família e amigos. Nestes casos, caso a pessoa saiba escrever, pode-se dar preferência para a comunicação escrita. Além disso, muitas pessoas acabam desenvolvendo linguagem de sinais para se conseguirem comunicar com as pessoas mais próximas.

  • Alterações visuais

Em alguns casos, o AVC pode também ter como consequência alterações na visão, podendo a pessoa ter a visão embaçada, visão dupla e diminuição do campo visual, o que pode fazer com que a pessoa tenha dificuldade de reconhecer objetos, familiares ou para se mover livremente no ambiente, por exemplo. Além disso, em alguns casos pode haver perda total da visão.

  • Incontinência urinária e fecal

A incontinência urinária e das fezes é frequente, pois a pessoa pode perder a sensibilidade para identificar quando está com vontade de ir no banheiro, sendo recomendado usar fralda para ficar mais confortável.

  • Confusão e perda de memória

A confusão após um AVC é também uma sequela relativamente frequente. Nesta confusão estão incluídos comportamentos como ter dificuldade em compreender ordens simples ou reconhecer objetos familiares, não sabendo para que servem, nem como se utilizam.

Além disso, dependendo da região do cérebro afetada, algumas pessoas também podem sofrer de perda de memória, o que acaba dificultando a capacidade para a pessoa se orientar no tempo e no espaço.

  • Depressão e sentimentos de revolta

Pessoas que tiveram um AVC têm um maior risco de desenvolver uma depressão grave, que pode ser causada por alguma alteração hormonal influenciada pelas lesões no cérebro, mas também pela dificuldade em viver com as limitações impostas pelo AVC.

Como é a recuperação depois do AVC

Para reduzir as limitações que o AVC provoca e recuperar alguns danos causados pela doença é fundamental fazer o tratamento com uma equipe multidisciplinar, mesmo depois da alta hospitalar. Algumas terapias que podem ser usadas são:

  • Sessões de fisioterapia com um fisioterapeuta especializado para ajudar o paciente a recuperar o equilíbrio, a forma e o tônus muscular, podendo voltar a andar, sentar e deitar sozinho.
  • Estimulação cognitiva com terapeutas ocupacionais e enfermeiros que realizam jogos e atividades para diminuir a confusão e os comportamentos desadequados;
  • Terapia da fala com terapeutas da fala de forma a recuperar a capacidade para se expressar.

O tratamento deve ser iniciado logo que possível ainda no hospital e mantido em clinicas de reabilitação ou em casa, devendo ser realizado diariamente para que a pessoa possa recuperar maior independência e ganhar mais qualidade de vida.

O tempo de internamento no hospital depende da gravidade do AVC, porém, na maioria dos casos, é de pelo menos uma semana no hospital, podendo ser mantido por mais 1 mês numa clínica de reabilitação. Além disso, em casa é necessário continuar fazendo o tratamento para diminuir as consequências a longo prazo.

Fonte: Rede D’Or São Luiz e Tua Saúde.com

Em vídeo após AVC, Sérgio Lopes diz: “Para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro”

Sérgio Lopes fala após sofrer AVC
Sérgio Lopes fala após sofrer AVC

O cantor Sérgio Lopes, que sofreu um AVC isquêmico nesta segunda-feira, 27, gravou um vídeo, quando, aparentemente, estava em uma ambulância.

No vídeo, que está na fanpage Clicks Raros (by Gilvan Silva), o cantor Sérgio Lopes cita as palavras do apóstolo Paulo em Atos capítulo 20 e versículo 24, quando diz que em nada tem a sua vida por preciosa, e na carta aos Filipenses capítulo 1 e versículo 21, quando diz que o viver é Cristo e o morrer é lucro.

Sérgio Lopes disse: “Mas em nada tenho a minha vida por preciosa. Para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Deus, família, pátria, vida e liberdade. Israel é a minha pátria. Grande abraço.”

AVC isquêmico

O cantor evangélico Sérgio Lopes sofreu um AVC isquêmico na última segunda-feira, 27. A informação é de Marceli Lopes, esposa do cantor, e está no Instagram do cantor.

Segundo a informação, o cantor está com distúrbio na fala e perdeu os movimentos do braço direito e da perna direita.

Sergio Lopes está sendo encaminhado para o hospital Instituto do Cérebro Dr. Paulo Niemayer, na capital do Rio de Janeiro, informa a rede social do cantor.

Marceli finaliza pedindo orações pela recuperação do cantor Sérgio Lopes.

O presidente Jair Bolsonaro gravou uma mensagem para Sérgio Lopes, desejando melhoras ao cantor gospel. No vídeo, Bolsonaro diz:

“Olá, prezado Sérgio Lopes. Aqui é Jair Bolsonaro. Tenha certeza que juntamente com todos os evangélicos do Brasil, estamos torcendo pelo seu pronto restabelecimento. Para Deus, tudo é possível.”

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL

Bolsonaro envia mensagem de apoio ao cantor Sérgio Lopes, internado após sofrer AVC

Presidente Jair Bolsonaro envia mensagem a cantor gospel que sofreu AVC - Foto: Reprodução
Presidente Jair Bolsonaro envia mensagem a cantor gospel que sofreu AVC - Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro gravou uma mensagem para Sérgio Lopes, desejando melhoras ao cantor gospel que sofreu um AVC isquêmico. No vídeo, Bolsonaro diz:

“Olá, prezado Sérgio Lopes. Aqui é Jair Bolsonaro. Tenha certeza que juntamente com todos os evangélicos do Brasil, estamos torcendo pelo seu pronto restabelecimento. Para Deus, tudo é possível.”

Nesta quarta-feira (29), a esposa de Sérgio Lopes comunicou através das redes sociais do cantor que ele sofreu um AVC isquêmico na última segunda-feira (27). O evangélico está internado no Hospital Instituto do Cérebro Dr. Paulo Niemayer, na capital Rio de Janeiro.

O músico está com distúrbio na fala e perdeu os movimentos do braço direito e da perna direita.

Por conta do incidente, todas as suas agendas foram canceladas. De acordo com a última nota divulgada por sua assessoria, o estado de saúde do cantor gospel é estável, mas requer cuidados. Ainda não há previsão de alta.

VEJA O VÍDEO:

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL

Silas Malafaia nega relação com empresário que lesou a modelo Sasha Meneghel

Pastor Silas Malafaia
Pastor Silas Malafaia

Nesta terça-feira (28), o pastor Silas Malafaia gravou um vídeo para rebater a manchete do jornal O Globo, que citou o nome dele em uma matéria sobre um empresário que deu um golpe financeiro na modelo Sasha Meneghel.

Malafaia explicou que foi procurado, por meio do WhatsApp, por um jornalista. Ele relatou que o autor da matéria disse que seu nome seria citado no meio da reportagem.

Sasha foi vítima do empresário Francisley Valdevino da Silva, dono de uma empresa que promovia o aluguel de criptomoedas. Ela teve um prejuízo de R$ 1,2 milhão.

Segundo o religioso, a manchete é tendenciosa e tem o objetivo de manchar sua imagem.

– Se tem um pastor que fala com tudo o que é jornalista, sobre todo tipo de assunto, esse camarada sou eu. Eu não escondo de ninguém. Eu sempre dei atenção à imprensa. (…) Agora, olhem a safadeza da matéria tendenciosa do Globo para tentar me denegrir. (…) Alguns dias atrás, eu recebi um zap de um jornalista de O Globo me pedindo informações sobre uma pessoa, o Francis, que já foi meu sócio numa empresa de livros gospel. E ele disse assim: ‘lá no meio [da matéria] eu vou te citar, você quer falar?’. Primeira mentira: lá no meio não! Eu sou a manchete da matéria! Segunda mentira: que eu era sócia de uma empresa de tecnologia, que ensinava pessoas a abrir uma empresa. Mentira! Nunca fui sócio de empresa de tecnologia nenhuma. Aí eu disse para o jornalista e ele disse: ‘não, eu vou corrigir’. Só que o leite foi derramado. A matéria já foi dada. Agora, vamos aos fatos, à verdade: um jornalista não sabe disso quando eles vão pesquisar para fazer a matéria? (…) Eu me associei com um camarada que tem mais de 130 empresas, empresas reais. E ele foi sócio meu nessa empresa. (…) Quando ele começou a deixar de pagar [alguém], eu caí fora da sociedade. (…) Eu desafio um pastor, um evangélico, uma pessoa no país a dizer que eu insinuei ou que eu disse: ‘invista lá na empresa de criptomoeda’. Pelo contrário, eu sou pastor de centenas de milhares de pessoas. Nunca indiquei isso pra um membro da minha igreja. E, ano passado, alertei o povo da minha igreja sobre cuidado com ganho fácil. (…) Isso é uma maneira sutil, perversa de me envolver. (…) Eu não tenho nada com isso. (…) Não tentem denegrir alguém pelo erro de outros. Eu nunca lesei ninguém, muito menos em criptomoeda. Isso é uma tremenda de uma safadeza para tentar me denegrir. (…) Eu estou aqui indignado. Por isso que estou dando esse esclarecimento – falou.

Sobre o caso

No início de junho, foi notificado que Sasha Meneghel e seu marido, João Figueiredo, acionaram a Justiça contra a empresa Rental Coins. Eles decidiram mover uma ação após não conseguirem reaver um dinheiro investido, segundo informações do portal Metrópoles.

A empresa, que é de Curitiba, Paraná, capta investidores do Brasil e oferece rendimentos fixos ao mês com a suposta locação de criptomoedas.

Segundo um documento, João e Sasha querem reparação por danos materiais e morais por causa de uma suposta fraude aplicada pelo grupo econômico, que teria utilizado uma “sofisticada cadeia de subterfúgios para constituir pirâmide financeira e aplicar golpe nos autores”.

A ação é acompanhada pelo juiz Erick Antônio Gomes da 14ª Vara Cível de Curitiba do Tribunal de Justiça do Paraná. O investimento inicial do casal teria sido de R$ 50 mil. Além disso, eles teriam feito outros dois contratos com um aporte de mais de R$ 1.267.000.

Davi Zocal dos Santos, agente de investimentos da Rental Coins, é acusado de “abuso da confiança e da fé religiosa”, uma vez que conheceu Sasha e João em uma igreja evangélica. Por meio de Davi, o casal teria sido apresentado ao dono da empresa, Francisley Valdevino da Silva.

Fonte: Pleno.News

SIGA O FOLHAGOSPEL NO INSTAGRAM: @FOLHAGOSPEL

Cantor Sérgio Lopes sofre AVC isquêmico

Cantor Sérgio Lopes
Cantor Sérgio Lopes

O cantor evangélico Sérgio Lopes sofreu um AVC isquêmico na última segunda-feira, 27. A informação é de Marceli Lopes, esposa do cantor, e está no Instagram do cantor.

Segundo a informação, o cantor está com distúrbio na fala e perdeu os movimentos do braço direito e da perna direita.

Sergio Lopes está sendo encaminhado para o hospital Instituto do Cérebro Dr. Paulo Niemayer, na capital do Rio de Janeiro, informa a rede social do cantor.

Marceli finaliza pedindo orações pela recuperação do cantor Sérgio Lopes.

Oremos por Sérgio Lopes.

Pesquisa: 20% dos eleitores religiosos dizem receber orientações nas igrejas sobre voto

Culto em um templo da Igreja Universal
Culto em um templo da Igreja Universal

Dados da pesquisa do instituto Datafolha divulgados nesta terça-feira, 28, pelo jornal “Folha de S. Paulo” apontam que cerca de 20% dos eleitores com alguma religião que frequentam locais de culto dizem receber instruções sobre como votar, recomendações para escolher candidatos religiosos e orientações sobre como agir em relação à política.

Segundo o levantamento, as declarações que visam guiar os eleitores são mais comuns entre evangélicos que católicos, mas a maioria dos entrevistados, próximo a 80% em ambas as religiões, relatam não haver tentativa de interferência política.

A parcela dos eleitores que disseram seguir de forma completa ou parcial as orientações de líderes religiosos também é maior entre evangélicos. De acordo com a mesma pesquisa Datafolha, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem vantagem nesse segmento: ele tem 40% das intenções de votos, enquanto o ex-presidente Lula (PT) tem 35%.

Entre os 20% que dizem receber orientações em templos de como votar na eleição, 6% dizem segui-las integralmente (9% entre evangélicos e 6% entre católicos) e 8% dizem obedecer em parte (12% entre evangélicos e 6% entre católicos). Outros 6% dizem ignorar as orientações (7% entre evangélicos e 6% entre católicos).

A tendência de evangélicos ouvirem mais os pastores também é observada nas outras duas perguntas feitas pelo Datafolha. Apesar disso, a parcela de pessoas nesse segmento que diz seguir parcialmente as orientações de pastores é maior que a que diz seguir completamente.

A presença de igrejas que orientam os fiéis no campo político de alguma forma é maior entre eleitores com menor escolaridade (26%, em comparação com a média geral). Entre eles, 11% afirmam seguir completamente as instruções, 8% parcialmente e 7% não seguem.

Entre eleitores de maior escolaridade, o número de entrevistados que diz receber instruções no campo político cai dentro dos templos cai para 15%. Destes, 2% dizem seguir completamente, 5% parcialmente e 7% não seguir.

Quando observada a renda, é mais comum (23%) que fiéis de famílias que ganham até dois salários mínimos frequentem mais templos em que líderes religiosos tentem orientar politicamente os fiéis. Os que dizem seguir plenamente são 8%, parcialmente 8% e não seguem 7%.

Entrevistados com renda acima de dez salários, por sua vez, são menos impactados nesse campo: 10% dizem ouvir direcionamentos sobre o voto. Deles, 4% dizem seguir completamente, 4% parcialmente e 2% não seguem.

Do total de entrevistados, 51% se declararam católicos, enquanto 26% disseram ser evangélicos. O Datafolha não considerou outras religiões na análise, uma vez que a porcentagem desses segmentos na amostra era muito pequeno — adventista 2%, espírita/kardecista 2%, umbanda 1% e outras 5%. Os que não têm religião eram 12%. As perguntas só foram feitas àqueles que declararam ter alguma religião.

O Datafolha ouviu 2.556 pessoas com mais de 16 anos em 181 cidades do país. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Fonte: G1

Flordelis relata ter alucinações e pesadelos na prisão

Flordelis antes e depois da prisão
Flordelis antes e depois da prisão

A ex-deputada federal Flordelis, que está presa desde agosto de 2021, foi avaliada em um hospital psiquiátrico a pedido dos seus advogados. Também pastora e cantora gospel, Flordelis é acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Segundo o jornal EXTRA, a religiosa relatou que escuta vozes e gritos, além de ter pesadelos recorrentes. Os profissionais do Hospital Pena Psiquiátrico Roberto Medeiros concluíram que Flordelis não apresenta motivos para ser internada.

A pastora já faz uso de remédios psiquiátricos e, segundo o laudo, atribui o próprio quadro ao ócio e ao fato de estar isolada. Flordelis está detida na penitenciária Talavera Bruce, no Rio de Janeiro.

Aos profissionais, Flordelis relatou ainda que teve perda de memória e só se recorda de episódios ocorridos há 29 anos, quando começou a acolher crianças e adolescentes em sua casa na favela do Jacarezinho.

Ela contou também ter feito acompanhamento psiquiátrico na infância, após a morte do pai. Segundo ela, os atendimentos decorriam de “surtos e desmaios”. A pastora diz ter conhecimento desses fatos pela mãe e irmã.

O psicólogo que avaliou Flordelis abordou ainda questões relativas à morte de seu marido. O profissional atestou que a ex-parlamentar evitava falar sobre o crime e observou sinais de ansiedade quando questionada sobre seu relacionamento com Anderson.

O psicólogo apontou ainda que Flordelis dissimulou elementos que indicassem conflito no relacionamento com o marido, mas relatou comportamentos que sugerem atitudes abusivas dele contra ela e os filhos.

Atendida pelo psiquiatra Mauro Acselrad, a ex-deputada foi atestada com quadro de estabilidade emocional, mas será novamente avaliada depois de um período de tempo. O julgamento de Flordelis está marcado para o dia 12 de dezembro de 2022.

Folha Gospel com informações de EXTRA e TV Jornal

Ads
- Publicidade -
-Publicidade-